Sobrevivência em alta

Em 1939 estoura a II Guerra Mundial e uma nova onda de restrições invade a Europa. O clima não ficou tão pesado nos USA, mas em quase todo hemisfério norte as mulheres tiveram, novamente, de assumir o lugar dos homens nos trabalhos diários. Por isto, as saias encurtam mais e tornam-se retas, sem nenhum detalhe em especial. A parte de cima também torna-se mais forte e rígida; as mandas dão impressão de ombros mais largos e toda a silhueta torna-se mais retangular, mais masculina.

40s01.jpg 40s03.jpg

A palavra da vez é funcionalidade; muitos bolsos tornam-se comuns, as maxi-bags eram um hit e as roupas eram mais que aproveitadas. As revistas de moda davam sempre dicas de como fazer um vestido velho parecer novo trocando-se golas e adicionando debruns. Alias, este foi um modismo da época; golas, debruns e bolsos de tecido diferente do resto da peça. Outra coisa comum em revistas de moda aqui era sempre sugerir um look de luto para as muitas recém-viúvas.

As mulheres européias, como era de se imaginar, foram quem mais sofreram. Havia cupons que controlavam a quantidade de tecido, couro e outros materiais que cada pessoa poderia consumir em um ano. Sem o cupom, não poderia se realizar a compra. Os cintos fininhos entraram em moda aqui por isso.

por Thais Arrias Weiller

Anúncios

1 Response so far »

  1. 1

    Barbara said,

    gostei muito das suas imagens e dos seus comentários apesar de ter
    somente 13 anos, tenho muito interesse sobre esse assunto.


Comment RSS · TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: