Mais campanhas

Mais imagens publicitárias sendo lançadas e, continuo afirmando, o monocromático vai ser o it deste inverno! Ok, ok, vocês podem reclamar que estas imagens são nas campanhas primavera verão 2008 na Europa, mas como nosso inverno e o verão deles é na mesma faixa de tempo, as roupas utilizadas tanto aqui quanto na parte de cima do globo costumam ter as mesmas diretrizes. Estas são algumas campanhas que foram lançadas na semana passada e nesta.

Lavin

Lavin

Além a palheta, é interessante ver que a Lavin resolveu anunciar duas formas completamente opostas. A primeira, um fluído longo minimalista, o segundo, um tubo estruturado e curtinho semi-barroco. São duas peças belíssimas individualmente, mas se retirássemos o fundo e tampassemos o rosto de Olga Sherer, dificilmente poderíamos dizer que são peças da mesma coleção.

Roberto Cavalli

Roberto Cavalli Roberto Cavalli

Roberto Cavalli sempre foi o rei  da piruagem. Com estilo extravagente, o designer sempre apostava na pele; fosse no seu uso exacerbado de padronagens de animais, fosse na exposição retundante do corpo de suas consumidoras. Há mais de duas décadas no mercado, esta sempre foi a imagem de Cavalli e todos imaginam que também seria sua eterna assinatura. Até que esta coleção apareceu e, aparentemente, a musa de Cavalli deixou de ser laciva para tornar-se lânguida.

 Valentino

ValentinoValentinoValentino

Valentino nunca foi fã de muitas cores em uma mesma vestimenta,não tornando o monocromático uma surpresa aqui, nem  os cortes elegantes e as roupas estruturadas, que realmente parecem ser a tendência para o o meio do ano.O que realmente chama atenção nesta campanha é a escolha de modelos com chachês caríssimos, como Raquel Zimmermann, Anja Rubik, Shalom Harlow e Aber Valetta, fotografadas em poses que não mostram se rostos nem valorizam seus corpos, em uma ótima estratégia para chamar a atenção para os acessórios.

 D&G

D&G

A D&G optou por roupas mais bucólicas e um ideal mais lânguido, tal qual Cavalli. Cores claras e muitas rendas são o principal componente da coleção.

Prada

Sem dúvias, uma das coleções que mais destoava, por sua unicidade, ela a da italiana Miuccia Prada. Come sempre, ela soube  harmonizar referencias contrastantes no desfile e sua campanha nada mais parece do que uma extensão do mesmo.  A modelo,  Sasha Pivavorova, é a mesma que fez a propaganda do celular da marca. Alias! Prestem TODA atenção nesta bolsa! A última bolsa lançada pela prada, uma carteira de laço, foi copiada a exaustão na Europa e rendeu muitos euros para as lojas de departamento especializadas na reprodução de marcas famosas. Sites estrangeiros estão apontando este modelo vintage desta estação pare ser o copy cat do ano

 

por Thais Arrias Weiller

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: