V de Vingança: HQ x Filme (Contém Spoilers)

A HQ

Qualquer leitor de HQ que se preze, conhece Alan Moore, britânico excêntrico e genial que definitivamente odeia (com razão) todos os que tentam adaptar suas obras.A arte é de David Loyd, único que recebeu alguma grana pela adaptação da obra, porque Moore se negou (HAUAHAUHAUH). A história de V de Vingança se passa nos anos 90, num mundo controlado pelo gorveno totalitário,  entregue ao fascismo. No meio desse mundo repressor, exite V. uma figura anarquista que pretende fazer as pessoas se lembrarem de que tem direito à liberdade e de que não devem deixar reprimir.

Quando eu li V de Vingança (V for Vendetta) foi algo tipo paixão à primeira página, adorei a história e adorei Evey, a menina de 16 anos que desesperada com a falta de dinheiro vai pra’s ruas tentar a “vida fácil”, mais tarde me apaixonei pela aura de mistério que V. proporcionava, e isso foi me mantendo grudada na HQ até a última página. É por isso que eu odeio eternamente a adaptação de V de Vingança para os cinemas.

O Filme

O filme foi produzido pelos irmãos Wachowski, famosos pela Trilogia Matrix, e confesso que quando assisti, eu até achei bem divertido.Eis o motivo: ainda não tinha lido a HQ. V. é representado por Hugo Weaving, o Agente Smith de Matrix, e Natalie Portman é Evey. A história foi adaptada pra época atual, e eu compreendo essa “necessidade”, mas eles mexeram demais em coisas que não deviam: na essência da obra de Alan Moore.

Natalie Portman, atriz que eu idolatro, viveu uma Evey mais velha e MUITO revoltadinha, uma Evey que se apaixonou por V., e que o enfrentava, coisas impensáveis na HQ. Pra mim, Portman só não foi a pior coisa do filme, porque eles resolveram transformar anarquismo em sinônimo de bagunça e crime, quando um bandido entra numa loja de conveniências, assalta, e saiu gritando “VIVA A ANARQUIA!”. Natalie Portman é a minha única reclamação como personagem, o resto das decepções se passaram com a adaptação de roteiro, e especialmente como a história tomou rumo e com os extras que desmoronaram a base da HQ, como por exemplo a cena maravilhosa em que Evey se banha na chuva, nua, que no filme virou Evey vestida e dizendo que estava sendo tocada por Deus. (Que merd* é essa?)

A adaptação de V de Vingança é um ótimo show (pra quem não leu a HQ), que não te faz pensar e nem se sentir mais livre, contrariando o ideal de Alan Moore. Eu coloco esse filme na lista de Grandes Adaptações Fracassadas. Com certeza.

por Thalita Coelho.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: