Archive for Passo a passo

Penteados para o final de ano

Ano passado foi publicado no Vistase alguns penteados para o final do ano. Este ano recebi muitos pedidos de penteados para cabelos longos. Vi algumas dicas aqui.
Coques são bem vindos independente da idade e do tipo de cabelo. O diferencial fica por conta dos detalhes. O hairstlylist Mauricio Cid aconselhou que pessoas que têm o cabelo crespo ou liso podem usar o baby liss para dar movimento aos cabelos.

coques

Veja o passo-a-passo de um penteado:

coques 2

As fotos e as informações foram retiradas do site, portanto são de autoria do mesmo.

por Mayah Gasparoto

Leave a comment »

Brechós Virtuais

Como prometido, vamos falar de alguns brechós na internet, começando pelos tangíveis. Particularmente, eu compro brechó da Tatileine e nunca tive problemas. Como o dela, há varios outros brechós que usam a plataforma do Flickr para expor suas mercadorias; se visitar a seção de amigos dela, há varias opções de outros brechós.

No Compre Compre há muita variedade de itens, todos bem alinhados com o design atual. O problema é que nem tudo é, de fato, usado, por isso não sei bem para que usar o nome brechó. Ainda sim, há várias peças lindas.

No Era meu pode ser seu há várias opções, embora a maioria seja mais recente. No C’est Vintage ms preços são um pouco acima da média, mas os itens são mais diversificados e há MUITAS escolhas em óculos de sol.

Para quem é tamanho P ou menor, o Filet pra quem é Mignon tem muitas opções em peças usadas (não vintage!) de marcas grande aqui do Brasil. Também com peças de marcas brasileiros e só trabalhando com itens novos e semi-novos tem o Mercado das Pechinchas, que trabalha com um preço alto por itens Premium.

O moda to go é o brechó brasileiro com mais cara de loja. Há itens de todo tipo, com todo preço e de toda espécie, mas a maioria são itens usados ou semi-novos com, no máximo 20 anos.

Bem, apesar de próximos e terem ótimas opções para os mais modernos, quem procura itens com mais história acaba ficando na mão na maior parte das vezes se for levar em conta os endereços acima. Não achei nenhum brechó brasileiro que venda pela net peças, de fato, vintage e com valor histórico e, por isto, a parte de brechós internacionais está cheio delas.

O Vintage Textile é um deles. Nele, você pode ter certeza da autenticidade dos itens vendidos. Tal infabilidade é traduzida nos preços… São poucos os vestidos por menos de mil dólares; há casacos de mais de 10 mil dólares… Mas também, é um dos poucos que conheço a trabalhar com peças anteriores à 1920.

O Fashion Dig é interessante por que funciona quase como um mercado livre de peças antigas. Você pode se registrar e vender peças da família para ganhar uma grana ou fazer compras selecionando a década, o tipo de item e a utilização que ele deve ter. É ótimo para pessoas mais seletivas e os preços são mais baixos, mas tem o problema da autenticidade, por isto é sempre bom estar de olho na qualificação do vendedor.

O Day Lab é uma daquelas lojas interessantes; vende peças Vintage junto à criações exclusivas junto à itens mais comuns. Tem uma paleta enorme de itens a escolha, mas boa parte deles são novos e os vintage costumam ter apenas um de cada, por isto é bom ficar sempre atento!

Apesar de tantas opções, o meu favorito ainda é o AdoreVintage. A opção de trajes é menor e não há tantos itens à venda, mas além do site ser lindo, a criadora tem um super comprometimento com a loja. Isto fica claro pelos editorias e pelas fotos de cada peça, todos muito bem feitos, e ainda pelo cuidado que ela tem de, ao compra uma peça que não a agrada do jeito que é, são feitas modificações até esta ficar linda. = )

por Thais Arrias Weiller

Comments (3) »

Cintura alta sem idade

Para aquelas que ainda estão cheias de receio a respeito da nova altura da cintura, grande novidade! O WhoWhatWear fez um excelente programete sobre como usa-las sem parecer velha. Para quem não entende muito inglês, o que elas ressaltam é que:

  • A não ser que você seja bem magra ou tenha com torso alongado, fique longe das calças de cintura muito alta! Procure as que fiquem exatamente na cintura ou até um pouquinho a baixo dela. Ao colocar a camiseta por dentro da calça, ela já parecerá alta o suficiente.
  • Procure não utilizar nada muito chamativo na parte de cima ao utilizar calças de cintura alta; opte por cores sólidas e acessórios não muito grandes. As camisetas básicas são as melhores opções.
  • A  melhor calça de cintura alta para se investir no momento é a pantalona de jeans escuro.
  •  Em saias de cintura alta, há mais opções de tops, de forma que mangas longas ficam muito bem.
  • Ao usar uma saia deste tipo, um belo cinto é indispensável! Procure algo bonito e cujas cores arrematem bem com o resto do look.
  • SEMPRE, ao usar cintura alta, tenta usar o máximo de acessórios contemporâneos possíveis! Assim, você, nem de perto, lembrará a sua mãe!

Boa sorte com seu look! =D Se ficou bom, poste algumas fotos aqui!

por Thais Arrias Weiller

Leave a comment »

Cintura alta sem idade

Para aquelas que ainda estão cheias de receio a respeito da nova altura da cintura, grande novidade! O WhoWhatWear fez um excelente programete sobre como usa-las sem parecer velha. Para quem não entende muito inglês, o que elas ressaltam é que:

  • A não ser que você seja bem magra ou tenha com torso alongado, fique longe das calças de cintura muito alta! Procure as que fiquem exatamente na cintura ou até um pouquinho a baixo dela. Ao colocar a camiseta por dentro da calça, ela já parecerá alta o suficiente.
  • Procure não utilizar nada muito chamativo na parte de cima ao utilizar calças de cintura alta; opte por cores sólidas e acessórios não muito grandes. As camisetas básicas são as melhores opções.
  • A  melhor calça de cintura alta para se investir no momento é a pantalona de jeans escuro.
  •  Em saias de cintura alta, há mais opções de tops, de forma que mangas longas ficam muito bem.
  • Ao usar uma saia deste tipo, um belo cinto é indispensável! Procure algo bonito e cujas cores arrematem bem com o resto do look.
  • SEMPRE, ao usar cintura alta, tenta usar o máximo de acessórios contemporâneos possíveis! Assim, você, nem de perto, lembrará a sua mãe!

Boa sorte com seu look! =D Se ficou bom, poste algumas fotos aqui!

por Thais Arrias Weiller

Leave a comment »

Mais penteados para o fim de ano

Quinta-feira começamos a falar sobre alguns penteados que fossem dificilmente copiados, tendo em vista quando surgiram. Hoje, vou passar algumas dicas para comprimentos médios e longos.

Para tanto, resolvi dar algumas idéias com bobs. Embora poucas pessoas os utilizem hoje, os bobs são muito úteis para penteados para estas ocasiões, já que você os monta de manhã, quando ainda há poucas coisas a serem feitas e ainda não se tem aquele clima de pressa e tensão-pré-chester, e só vai solta-lo a noite, depois de tudo pronto e prestes a começar. São muito práticos, pois, depois que você os solta, o que demora, no máximo, 5 minutos, está pronta e maravilhosa. Pronta para dar uma de Dona Florinda?

Bobs (fotos e instruções retiradas daqui!)

Comprimentos médios em cabelos lisos, ondulados e levemente cacheados.

“The Flip”, famosssimo na década de 1960

A “Voltinha”

Posicionamento dos bobs

set1a.jpg set1b.jpg

set1c.jpg set1d.jpg

Para cabelos bem lisos, depois de solto, o penteado está quase certinho, só precisando ajeitar um pouco e de uma fixação com spray. Já as demais texturas de cabelos ficarão meio cacheados de mais depois da retirada dos bobs. Não se preocupe, é normal! Tudo o que falta é uma pentiadinha. E não esqueça do spray, ahn?

A voltinha repaginada! Muito comum no final da década de 1960 e começo de 1970, quando os cabelos desgrenhados começaram a bombar.

A “Voltinha” repaginada!

Posicionamento dos bobs:

bobs1a.jpg

Mesma coisa que o penteado de cima, em cabelos bem lisos, depois de solto, o penteado está quase certinho, só precisando ajeitar um pouco e de uma fixação com spray. Já as demais texturas de cabelos ficarão meio cacheados de mais depois da retirada dos bobs. Não se preocupe, é normal! Tudo o que falta é uma pentiadinha. E não esqueça do spray, ahn?

Grandes comprimentos em cabelos lisos, ondulados e levemente cacheados.

   up5.jpg up3.jpg up2.jpg

Todos estes penteados podem ser feitos com o mesmo arranjo de bobs, só variado a maneira como você irá prender.

Posicionamento dos bobs

up1set.jpg up2set.jpg up3set.jpg

Mesma coisa que o penteado de cima, em cabelos bem lisos, depois de solto, o penteado está quase certinho, só precisando ajeitar um pouco. Já as demais texturas de cabelos ficarão meio cacheados de mais depois da retirada dos bobs. Não se preocupe, é normal! Tudo o que falta é uma pentiadinha. Prenda da maneira que te agradar mais seguindo a referencia das três primeiras fotos. Para isto, utilize grampos de cabelo e MUITO spray para fazer o cabelo parar.

por Thais Arrias Weiller

Comments (1) »

Mais penteados para o fim de ano

Quinta-feira começamos a falar sobre alguns penteados que fossem dificilmente copiados, tendo em vista quando surgiram. Hoje, vou passar algumas dicas para comprimentos médios e longos.

Para tanto, resolvi dar algumas idéias com bobs. Embora poucas pessoas os utilizem hoje, os bobs são muito úteis para penteados para estas ocasiões, já que você os monta de manhã, quando ainda há poucas coisas a serem feitas e ainda não se tem aquele clima de pressa e tensão-pré-chester, e só vai solta-lo a noite, depois de tudo pronto e prestes a começar. São muito práticos, pois, depois que você os solta, o que demora, no máximo, 5 minutos, está pronta e maravilhosa. Pronta para dar uma de Dona Florinda?

Bobs (fotos e instruções retiradas daqui!)

Comprimentos médios em cabelos lisos, ondulados e levemente cacheados.

“The Flip”, famosissimo na década de 1960

A “Voltinha”

Posicionamento dos bobs

set1a.jpg set1b.jpg

set1c.jpg set1d.jpg

Para cabelos bem lisos, depois de solto, o penteado está quase certinho, só precisando ajeitar um pouco e de uma fixação com spray. Já as demais texturas de cabelos ficarão meio cacheados de mais depois da retirada dos bobs. Não se preocupe, é normal! Tudo o que falta é uma pentiadinha. E não esqueça do spray, ahn?

A voltinha repaginada! Muito comum no final da década de 1960 e começo de 1970, quando os cabelos desgrenhados começaram a bombar.

A “Voltinha” repaginada!

Posicionamento dos bobs:

bobs1a.jpg

Mesma coisa que o penteado de cima, em cabelos bem lisos, depois de solto, o penteado está quase certinho, só precisando ajeitar um pouco e de uma fixação com spray. Já as demais texturas de cabelos ficarão meio cacheados de mais depois da retirada dos bobs. Não se preocupe, é normal! Tudo o que falta é uma pentiadinha. E não esqueça do spray, ahn?

Grandes comprimentos em cabelos lisos, ondulados e levemente cacheados.

   up5.jpg up3.jpg up2.jpg

Todos estes penteados podem ser feitos com o mesmo arranjo de bobs, só variado a maneira como você irá prender.

Posicionamento dos bobs

up1set.jpg up2set.jpg up3set.jpg

Mesma coisa que o penteado de cima, em cabelos bem lisos, depois de solto, o penteado está quase certinho, só precisando ajeitar um pouco. Já as demais texturas de cabelos ficarão meio cacheados de mais depois da retirada dos bobs. Não se preocupe, é normal! Tudo o que falta é uma pentiadinha. Prenda da maneira que te agradar mais seguindo a referencia das três primeiras fotos. Para isto, utilize grampos de cabelo e MUITO spray para fazer o cabelo parar.

por Thais Arrias Weiller

Comments (3) »

Penteados para o fim do ano

Finais de ano costumam ser uma afobação, correndo atrás de presentes, de comida para as ceias, da decoração das festas, da roupa do Natal… Mas quando o dia 24 realmente chega, depois de 6h na cozinha dando o ponto no Chester, que decidimos nas um trato no visu, é aí que cai a ficha mais uma vez, como em todos os anos; Puts, que que eu ia fazer no cabelo? E a maquiagem?

É, não sei se isto acontece com você, mas geralmente acontece comigo. Para não acontecer esta chatisse e também evitar outra, de chegar na mesa e se deparar com quatro cabecinhas ostentando o mesmo penteado que você para todas as fotos da noite parecerem capa de disco de 1976, todas com a mesma cara, vou optar por um penteado simples e antigo. Além de o Vintage estar com tudo, não sei, acho que fica mais bonito do que uma simples escova com as pontas viradas para fora. Quer um também? Então vamos procurar. Hoje vamos mostrar algumas opções para…
Cabelos curtos e/ou Chanel

O Corte Bob Castle O Penteado Castle Bob

Irene Castle era uma famosa dançarina da década de 1910, quando nenhuma mulher que seguisse moda jamais cortava o cabelo, pelo contrario, até comprava mechas e apliques para deixar os penteados maiores. Mas Irene era uma dançarina e este tipo de cabelo não lhe permitia muita versatilidade. Assim, Irene passou a tesoura e começou a usar o cabelo bem curtinho, fazendo estes ondulados, que nos USA são conhecidos por Bob.

Cabelos sugeridos: Lisos, ondulados ou com um leve cacheado

Como fazer:

  • Com os cabelos molhados, passe uma boa quantidade de creme sem enxague. Se seu cabelo for oleoso, opte por um creme para tal tipo de cabelo ou por um mouse. Espalhe BEM.
  • Com um pente fino, faça as ondulações. Comece pela frente e peça para alguém te ajudar a fazer atrás.
  • Caso seu cabelo não seja muito comportado ou você tenha muitas coisas a fazer, prenda a parte de baixo relevo das ondas com uma daquelas piranhas compridas de salão.
  • Passe um spay fixador para manter tudo no lugar.
  • Quando se cabelo secar, de uma batidinha para ele não parecer tão rígido e para as ondas parecerem “naturais”
  •  Estilo Clara Bow
    Selvagem por Clara

    Sex Symbol da década de 1920, Clara Bow imundou os filmes mudos com erotismo devido a sua sexualidade. Parte deste sucesso se deve as suas madeixas selvagens, que completavam seu look com o it que faltava.

    Cabelos sugeridos: Cacheados ou crespos

    Como fazer:

  • Com os cabelos molhados, passe um pouco de creme sem enxague ou mouse, mas dê preferência ao creme.
  • Com as mãos, amasse o cabelo, apertando das pontas até a raiz. Isto ativa os cachos.
  • Sente em um banco e abaixe a cabeça de forma que se tronco fique de conta cabeça
  • Nesta posição, use um difusor com temperatura alto e vento não tão rápido para secar. Cuidado! Precione o difusor contra cabeça por alguns segundos, de forma que ele cinja apenas algumas mechas de cada vez e não deixe mais que 30 segundos cada mecha! Caso contrario, isto pode queimar seu cabelo.
  • Vá repetindo este movimento até secar toda a cabeça. Certifique-se, antes de parar, que a raiz esteja seca. Se não estiver e mesmo assim você parar por aí, a umidade que ficou no cabelo pode destruir todos os cachinhos perfeitos que você acabou de fazer!
  •  Louise Brooks com Faixa tipo turbante
    Prenda-me!Como não podia ser diferente, para falar em cabelos curtos, usamos muitas referencias da década de 1920. Para falar mais um pouquinho daquela época, que tal uma faixa? Era muito comum usar faixas por cima dos cabelos curtos, mas não como normalmente usamos hoje. A faixa ia por cima do cabelo e da franja, e não impedia o cabelo de cair no rosto, pelo contrário, incentivava-o a ficar lá.

    Faiza em cabelo cacheado
    Cabelos sugeridos: Qualquer um com franja curta ou sem franja


    Como fazer:

  • Seque o cabelo de seu modo favorito, seja com escova, prancha, difusor ou ao natural
  • Coloque a faixa de maneira que ela fique por cima da testa.
  • Como é um petiado simples, fica interessante sevocê abusar na faixa. Pode ser uma bordada ou apenas um pedaço de tecido torcido, como os da imagem. Porém, devo admitir que as mais belas são aquelas com detalhes bordados por toda a extensão da faixa, e com alguns adornos de penas. Pode até parecer de mais, mas com um vestido sequinho, fica ótimo!
  • por Thais Arrias Weiller

    Leave a comment »